quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Traquininha...

Na eira andava a traquina,fazendo o que lhe dava na telha ...
Uma pena puxava á galinha,a orelha puxava á ovelha ...
A vaca mugia alto,e a traquina dela não fugia ,
com olhos travessos a olhava,e um sorriso maroto lhe dirigia ...
Ás suas tetas procurava,e a vaca ,essa , nem se mexia ,
era pois a sua traquina que ali estava,aquela que lhe dava tanta alegria ....
De leiteira não precisava a traquina ,para o leite das tetas da vaca tirar.
pois destas biberão fazia,enquanto o morno leite, os seus lábios sorvia ...
Sua mãe a chamava receosa,mas a traquina distraída ,nem a ouvia ,
continuava as suas travessuras,não parando enquanto ainda fosse dia.
Traquinice avançada ás cavalariças chegou,a correr a saltar, uma musiquinha cantarolou.
Os cavalos a sorrir , de esguelha, marota os olhou ,
e num abrir e fechar de olhos... a todos eles soltou...
Desesperada, a sua mãe aos céus bradou,pois a traquininha no meio da manada ficou ...
Sua mãe preocupada aos deuses implorou,e por a sua traquininha ,esta gritou ...
No meio dos cavalos, entre a poeira levantada ,ouviam-se estridentes gargalhadas,
era a traquininha feliz ás risadas,que o rabo de seu cavalo preto puxou ...
que num trotar carinhoso ,relinchou ...
E ninguém soube como,do meio da manada, com um sorriso vitorioso ,
saiu a traquininha , que no belo garanhão preto, sem sela montou...
Relinchares se ouviam ,nos sorrires que se gargalharam
Mas o ar de preocupação no rosto de sua mãe se denotou...
Fizeram as lágrimas brotar , e o seu rosto inundaram ,
pois a traquininha muito sustos à sua mãe num só dia, pregou .
Traquininha , traquininha...
Que enquanto acordada , tudo o que tocava á sua volta não parava ...
E ,chegava pois, ao fim da tarde... extremamente cansada...
Traquininha tão traquina , que antes de se aninhar no seu berço ,
com o seu pai conversava...
Dentro do porta fotos , á sua cabeceira,este sorrindo-lhe, se encontrava,
que com um sorriso saudoso ... traquininha segurava...
e assim o seu olhar de braços pequeninos o abraçava...
O seu dia turbulento lhe contava , e a sorrir um beijo lhe soprava ...
E assim a traquininha adormecia...aos braços de sua mãe aconchegada ...
E com as lindas travessuras do dia seguinte... quem sabe...
traquininha ...sonhava...

5 comentários:

Dias disse...

Lindo Mi.
Beijo

efeneto disse...

Cada pequeno Olá, cada pequeno sorriso, cada pequena ajuda é capaz de salvar um coração magoado. Há um milagre chamado Amizade. Você não sabe como ela aconteceu ou quando começou, mas você sabe a alegria que ela traz e percebe que a Amizade é um dos dons mais preciosos que Deus nos concedeu.
Amigos são jóias preciosas, realmente. Eles fazem-nos sorrir e encorajam-nos para o sucesso. Eles estão sempre ali para nos ouvir, para nos elogiar, e estão sempre de corações abertos para nos receber. Neste dia particular para mim, onde comemoro um ano de publicações venha-se associar á festa. Á sua festa…á nossa festa…para o ano cá estaremos mais velhos é certo mas de certeza mais ricos de amizade, de solidariedade e amor com o próximo. Aproveito para lhe desejar um óptimo fim-de-semana na companhia de quem mais desejar. Se o passar sozinho não se esqueça de olhar para o lado. Os amigos estão lá, é só procura-los.
efeneto.

Å®t Øf £övë disse...

A traquininha é uma verdadeira doçura...

efeneto disse...

Queria ter sido um príncipe
Desencantado de alguém
Queria uma paixão passageira
Um amor delinquente
A total desilusão do depois.
Queria ser o sonho frustrado
O homem errado
Queria não ser o alguém que conquista
Pela palavra bonita.
Queria apenas que o seu fim-de-semana
Fosse aquilo que sonha ser.

Um beijo de amizade.

Mário Margaride disse...

Querida amiga,
No outro teu cantinho, não me é permitido entrar. Não sei qual o motivo! Qual a razão! Espero que me possas explicar.

De qualquer maneira. Não quis deixar de passar por aqui, para te desejar um excelente semana. E DEIXAR-TE UM TERNO BEIJO....

Mário